• Sofia Bauchwitz

série dos fascínios



Estas lâminas replicam avistamentos reais e imaginários, e propõem narrativas investigativas, poéticas, históricas e científicas para eles. Num desenho nem sempre claro, a mistura de vozes e pontos de vista acaba por dar uma forma ao que se conta.






"Portanto, para mim, a experiência do avistamento é feito de um tempo de lapsos, fracassos, silêncios. O olhar percebe o mundo antes do olho sequer prestar atenção, antes mesmo do olho fisiológico – esta máquina de criar paisagens - desejar ver. O fracasso de toda visão reside nisto. Mesmo estando atentos, a baleia se presenteia, e não somos capazes de acompanhar seu contorno, de delimitar o que ela nos diz, de atribuir palavras para as significações de seu esguicho, os segredos de suas espumas e cantos." (BAUCHWITZ, 2021)